Curiosidades, Notícias, Dicas, Códigos

sexta-feira, 25 de maio de 2012

On 11:14 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*

A partir de hoje, cópias para uso exclusivamente pessoal de CDs de música ou de livros didáticos deixarão de ser crime. A reivindicação é uma das mais antigas entre os que acham necessária uma renovação da lei de direitos autorais brasileira e foi aprovada nesta quinta-feira, 24, por um grupo de juristas que discute em Brasília revisões no Código Penal.

O Brasil tem uma das leis de copyright mais fechadas do mundo, segundo organizações como a Consumers International, e punia o então crime com quatro anos de prisão, enquadrando-o no quesito "violação do direito autoral". A partir de agora, cópias que não objetivam o lucro estarão liberadas.

O texto aprovado diz que "não há crime quando se tratar de cópia integral de obra intelectual ou fonograma ou videofonograma, em um só exemplar, para uso privado e exclusivo do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto".

*/
On 10:58 AM by Fabrício in , , ,    No comments
/*

Crackers têm utilizado um artifício de criação de complementos para navegadores para criar um malware que se espalha no Facebook por meio de cliques fraudulentos, afirma um pesquisador em segurança da empresa de antivirus Kaspersky Lab.

O Crossrider é um framework legítimo em Javascript que implementa uma API unificada (Interface de Programação de Aplicativos) para desenvolver complementos dos navegadores Firefox, Chrome e Internet Explorer. Essa API permite que desenvolvedores escrevam um código para rodar em diferentes navegadores e, consequentemente, em diferentes sistemas operacionais.

O framework ainda está em uma versão beta e seus criadores planejam adicionar suporte para o navegador Safari em breve. “É muito raro analisar um arquivo malicioso escrito na forma de plugin para vários navegadores. É ainda mais raro se deparar com plugins criados usando códigos mulltiplataforma", diz o especialista em malware Sergey Golovanov, do Kaspersky Lab, no blog da empresa, na última segunda-feira.

O novo malware recebeu o nome de LilyJade e está sendo vendido em sites ocultos de discussão por 1000 dólares. Seu criador afirma que o aplicativo pode infectar também navegadores que rodam em Linux ou Mac. Como não há arquivos executáveis nele, nenhum antivírus pode detectá-lo.

O malware parece ter sido criado para atuar como um falso clique capaz de fraudar propagandas em sites como Yahoo, YouTube, Bing/MSN, AOL, Google e Facebook. Quando os usuários clicam no link dessas propagandas, o criador do malware ganha dinheiro através de programas afiliados. Para se disseminar, o LilyJade utiliza o controle que tem sobre os navegadores infectados, aproveitando-se de sessões ativas do Facebook para enviar mensagens de spam em nome desses usuários autenticados.

Os links inclusos nas mensagens de spam que o LilyJade envia por meio do Facebook direcionam os usuários a sites responsáveis por rodar o código malicioso do malware. Pacotes como esse se aproveitam da vunerabilidade de softwares desatualizados - normalmente plugins como Java, Flash Palyer ou Adobe Reader - com o intuito de infectar computadores com o malware.


FONTE: idgnow.uol.com.br
*/
On 10:30 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*


Um grupo de pesquisadores vinculado ao Media Lab do Massachusetts Institute of Technology (MIT) criou uma luva que permite o controle do iPad apenas com o movimento dos dedos.  O projeto foi chamado de T(ether) e ainda está em desenvolvimento, mas imagens do protótipo já foram divulgadas em um vídeo explicativo.


O vídeo mostra algumas aplicações bem interessantes da luva, como a criação de objetos 3D em tempo real que podem ser usados para a construção de um ambiente virtual. O app funciona ao identificar a posição da cabeça do usuário e a relaciona com a orientação do iPad.

FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

quinta-feira, 24 de maio de 2012

On 4:28 PM by Fabrício in , , ,    No comments
/*



Na versão do Firefox 11 foi atribuido um novo recurso que facilita a visualização do layout com um recurso chamado 3D onde a sua página pode ser visualizada em diversos agulos mostrando toda a estrutura CSS de sua página. Facilitando o desenvolvimento do Layout!


Para Visualizar a sua Página em 3D Precione “CTRL + SHIFT + I” e Clique na Opção
“Visualização 3D”



FONTE: igorpaim.wordpress.com/
*/
On 10:50 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*

De acordo com o blog Google Online Security, mais de 500 mil computadores estão infectados com o malware em todo o planeta. Para entender melhor, o Domain Name System (DNS) é quem traduz os endereços da web para um código numérico que leva os browsers para o local desejado pelo usuário. O que o DNSChanger faz é modificar as configurações de DNS para alterar o endereço, levando para sites falsos hospedados em servidores maliciosos, podendo infectar máquinas e até roubar dados pessoais. Além disso, o software malicioso pode modificar as configurações de redes domésticas, causando problemas em PCs, tablets e smartphones.

O sistema de segurança proposto pelo Google vai funcionar da seguinte maneira: ao realizar uma pesquisa no site de buscas da empresa, o usuário que estiver com o trojan na máquina ou na rede doméstica receberá um aviso no topo da página do navegador (como na imagem abaixo), podendo ser encaminhado para um site que o ajudará a solucionar o problema.

Caso as máquinas não sejam "vacinadas" até o dia 9 de julho, data que os servidores DNS serão desligados, é possível que o usuário não consiga mais acessar a internet.

Um detalhe importante é que o FBI e a polícia da Estônia prenderam um grupo de pessoas envolvidas na disseminação do DSNChanger, em novembro de 2011. Segundo o próprio FBI, o malware atinge computadores em mais de 100 países, incluindo meio milhão de PCs só nos Estados Unidos. 


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 10:27 AM by Fabrício in , , , ,    No comments
/*

A incubadora de startups Strangeloops Networks colheu alguns dados bem interessantes sobre a relação entre navegadores e tendências de compras dos seus usuários. Em um texto para o VentureBeat, o executivo da empresa Joshua Bixby divulgou uma lista de quatro diferenças importantes entre os usuários de Chrome, Firefox e Internet Explorer na hora de gastar dinheiro na internet.

Uma das descobertas mais relevantes não depende do browser: segundo a pesquisa, pessoas que usam versões mais novas de navegadores gastam consideravelmente mais do que aqueles usuários que demoram para atualizar o software. "Em um dos sites analisados, descobri que o valor dos pedidos era 29% mais alto para usuários do Internet Explorer 8 em comparação com os que ainda estão no IE7", afirma Bixby.

Outro ponto destacado pelo analista é de que os usuários do navegador da Microsoft supostamente visitariam mais sites (20% a mais que Chrome e Firefox) e gastariam mais tempo em cada um deles (entre 30 e 45 segundos a mais, em média).

Por último, a pesquisa também analisou os usuários do iPhone e levantou que eles visitariam menos sites e passariam menos tempo neles. O autor teoriza que isso se daria porque o iPhone seria um gadget melhor que seus concorrentes, levando seus adeptos a concluirem seus afazerem mais rapidamente.

Em comparação com os usuários do Android, as pessoas que usam o Safari visitam um número 31% menor de websites e passam 28% menos tempo conectados neles.

FONTE:
olhardigital.uol.com.br
*/

quarta-feira, 23 de maio de 2012

On 11:31 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*

O So.cl, um projeto experimental da Microsoft que combina rede social e busca para promover o aprendizado, agora está aceitando qualquer pessoa que estiver interessada em se juntar ao site. O serviço, no entanto, não está posicionado para substituir as demais ferramentas de redes e de buscas existentes, e usa um conjunto mínimo de recursos, disse a Microsoft.

A companhia espera que os estudantes continuem usando as redes sociais atuais, como Facebook, Twitter e LinkedIn e sites de buscas como Bing e Google. O So.cl ajuda o usuário a achar e compartilhar páginas da web de interesse comum,  assim como os estudantes fazem quando trabalham juntos, de acordo com a Microsoft.

Além de proporcionar o compartilhamento de mídia - inclusive de vídeos em tempo real por meio de “video parties” -, o So.cl também ajuda os usuários a criar “postagens ricas”, fazendo montagens de conteúdo visual da web.

Lançado como uma parceria entre o FUSE Labs, da área de pesquisa da Microsoft, e escolas selecionadas, incluindo a Universidade de Washington, a Universidade de Syracuse e a Universidade de Nova York, o So.cl ainda é posicionado como um projeto de pesquisa que visa aprender mais sobre pesquisa social.

O projeto social do FUSE está se afastando do modelo de “só convidados” para aceitar todos os usuários interessados em se juntar ao site, disse uma porta-voz da Microsoft hoje, em um e-mail. “Então o So.cl é um projeto de pesquisa experimental focado no futuro de experiências e aprendizado sociais, especialmente entre os jovens”, adicionou.

O So.cl usa o Bing para buscar dados via API (Interface de Programação de Aplicações, em inglês), mas não é um produto do Bing, diz a gigante de Redmond no FAQ do site. Ele usa a autenticação do Facebook, mas por padrão não posta qualquer conteúdo do So.cl no feed do FB do usuário, disse a Microsoft.

A menos que sejam marcados como privados, os resultados de busca, e quaisquer outros dados postados no So.cl, podem ser visualizados por outros usuários do site. Dados que foram postados como publicidade no So.cl estarão amplamente disponíveis para uso por outras entidades e pessoas. Os dados públicos permitem novos tipos de pesquisa e experimentação, um objetivo primário do So.cl, segundo a Microsoft.


FONTE: idgnow.uol.com.br
*/

terça-feira, 22 de maio de 2012

On 11:22 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*


O Chrome já vinha ameaçando a liderança do Internet Explorer há algum tempo. Mas agora, pela primeira vez na história, o navegador do Google manteve-se no topo do mercado de browsers durante 7 dias seguidos. A informação é da StatCounter, empresa de pesquisas da web.

Essa mudança de postos pode ser considerada bastante importante, uma vez que o Chrome tem muito menos tempo de mercado que o IE. O Google conseguiu quebrar uma barreira dura, já que o mundo dos browsers costuma ser bem conservador. Afinal, há quantos anos a Microsoft reina absoluta com o seu navegador?

Há cerca de 3 anos, o Chrome representava apenas 3,1% do mercado. Já na semana de 14 a 20 de maio, a participação do navegador do Google chegou a incríveis 32,76%, contra 31,94% do IE. O Firefox segue firme na terceira posição, com 25,47%.

O gráfico abaixo mostra a evolução desse mercado nos últimos 12 meses. É nítida a queda do IE, e também o crescimento do Chrome.





FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 11:19 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*

O número de ameaças virtuais focadas em dispositivos móveis continua crescendo em proporções gigantescas. É o que revela um estudo elaborado pela F-Secure, que mapeou as principais pragas voltadas para o ambiente móvel no primeiro trimestre de 2012.

Ao todo, foram contabilizadas 37 novas famílias e variações de aplicativos maliciosos para a plataforma Android, contra apenas 10 registradas no mesmo período de 2011. Já o número de ameaças presentes em pacotes de aplicativos do tipo APK (Android Application Package Files) saltou de 139 para 3.069 nos últimos 12 meses, ou seja, um incrível crescimento de 2.100%.

O estudo da F-Secure aponta ainda que os vírus do tipo "Trojan" (cavalo de Tróia), uma espécie de programa intruso que se instala silenciosamente no dispositivo se passando por um software autêntico, foram responsáveis por 84% das ameaças disseminadas no período.

Outra constatação é que quase 70% das amostras coletadas de novos tipos de malwares para plataformas móveis foram criadas com o intuito de extrair dados de usuários que possam ter algum valor comercial, tais como senhas bancárias, números de cartões de crédito, informações cadastrais etc.

"Um dos pontos que mais chama atenção nesse levantamento é o nível de sofisticação alcançado pelos autores desses vírus. Muitos desses malwares realmente entregam o que prometem. Por exemplo, no caso de um game, será realmente instalada uma cópia do jogo no dispositivo. Isso dificulta a percepção do usuário de que na verdade ele está sendo vítima de um crime cibernético", explica Ascold Szymanskyj, Vice-presidente de vendas e operações da F-Secure para a América Latina.

"Por isso é fundamental que os usuários se conscientizem da importância de ter no smartphone e no tablet o mesmo nível de proteção que existe no PC. O risco de contaminação é exatamente o mesmo e as organizações criminosas estão trabalhando nisso, justamente devido ao maior grau de vulnerabilidade desses dispositivos e pela despreocupação e desconhecimento dos usuários em relação a estes riscos", completa.



FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

segunda-feira, 21 de maio de 2012

On 11:44 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*

A General Motors afirmou recentemente que anunciar no Facebook não vale a pena e não dá retorno ao anunciante, e tirou um investimento de US$ 10 milhões feito na rede social. E, de acordo com um estudo da agência de marketing Greenlight, a montadora está correta: o Facebook não é bom para publicidade.

Uma pesquisa feita pela agência mostrou que 44% dos usuários do Facebook jamais clicariam em um link de anúncio que apareça na rede social. Outros 31% afirmaram que "raramente" se interessariam pelo anúncio, e apenas 13% dizem que clicariam "regularmente", segundo a CNET.

O Facebook acredita que a cobrança de anúncios dentro da rede social é uma das maneiras de lucrar com o serviço. Os usuários cadastrados recebem a publicidade de diversas maneiras - seja em uma parte específica no menu da direita ou na forma de um "artigo destacado" no Feed de Notícias.

Além de cobrar de empresas, a rede social estuda formas de lucrar com os usuários comuns. Recentemente, o Facebook começou a testar uma ferramenta que permite que o usuário pague uma pequena taxa para destacar seu post no meio do Feed de Notícias de amigos.
 

FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 11:41 AM by Fabrício in ,    No comments
/*

Um estudo realizado pela Universidade de Ciência e Tecnologia de Missouri (Estados Unidos), descobriu que estudantes com sinais de depressão tendem a usar a internet de forma diferente das pessoas que não apresentam sintomas da doença, segundo informações do site Science Daily.

Por meio dos de dados de internet de 216 estudantes, coletados na própria universidade, os pesquisadores identificaram nove padrões de uso da internet que podem indicar depressão nos usuários.

Segundo os responsáveis pelo estudo, os internautas depressivos costumam aproveitar mais os serviços de compartilhamento, além de usar a web de forma randômica, trocando frequentemente entre sites e aplicativos. Este tipo de uso mostra falta de concentração, uma característica frequentemente associada à depressão. Além disso, as pessoas com depressão costumam ser mais adeptas a jogos e vídeo na internet, passando muitas horas alternando entre diversos games e filmes.

O co-autor da pesquisa, Dr. Sriram Chellappan, acredita que este método de associar o uso da internet a quadros de depressão pode ajudar no diagnóstico de outras doenças como anorexia, bulimia, esquizofrenia e déficit de atenção.

"Poderíamos também associar à depressão outros tipos de uso da internet como muitas visitas às redes sociais e uso da web tarde da noite”, finalizou.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

sexta-feira, 11 de maio de 2012

On 11:22 AM by Fabrício in ,    No comments
/*

O primeiro dia após o lançamento do novo recurso do Facebook, que permite adicionar a opção de ser um doador de órgãos à Linha do Tempo, foi bastante positivo para instituições que procuram doadores. O Donate Life California, por exemplo, teve um aumento de 800% nos cadastros após a liberação da novidade, de acordo com a CNET.

O recurso, anunciado ontem por Mark Zuckerberg, permite que os usuários da rede social informem na timeline que são doadores de órgãos. A rede social, então, facilita a conexão dessas pessoas a quem esteja precisando de transplante.

Para quem não é registrado em nenhum centro de doação de órgãos, a opção também oferece links para organizações na cidade do usuário que façam cadastro de interessados em doar seus órgãos para ajudar pessoas que precisam.

Por enquanto, o recurso é restrito a usuários dos Estados Unidos e do Reino Unido, mas pode ser ampliado para outras localidades no futuro. De acordo com a rede social, apenas no país norte-americano, 114 mil pessoas estão na fila à espera de um coração, rim ou fígado. "Muitos desses - uma média de 18 por dia - morrem esperando", afirmou a rede social em um release.

"A missão do Facebook é simples: ajudar a fazer um mundo mais aberto e conectado. Mas a nossa comunidade tem mostrado que, ao conectar e dividir, o mundo fica menor e melhor. Um único indivíduo pode mudar a vida de outro e, no Facebook, chamamos isso de poder dos amigos", afirmou a empresa.



FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 11:10 AM by Fabrício in    No comments
/*


Fator crucial em qualquer campanha de e-mail marketing, a entregabilidade pode determinar o sucesso ou o declínio de qualquer ação. Segundo dados da Return Path, a média global de ingresso na caixa de entrada é de 81%, sendo de 86% nos Estados Unidos. Já no Brasil, essa taxa é de 64%, o que aponta que estamos a 17 pontos percentuais da média global e a 22 da média dos Estados Unidos, uma espantosa distância para o potencial que nosso e-commerce e nosso marketing digital representam.

A entregabilidade é um grande desafio para as ações de e-mail marketing no mercado brasileiro. Dessa forma, existem fatores que podem levar a sua taxa de entregabilidade à ruína, consolidando um baixo retorno sobre sua campanha, além de comprometer a reputação da marca. Quanto mais se faz spam e não se aplicam as boas práticas, mais o fator entregabilidade fica reduzido e aumentam as chances de que o destinatário não reconheça o remetente que gostaria de se comunicar com ele com relevância.

Dentro desses pontos é preciso levar em conta, primeiramente, o desenvolvimento do template. Normalmente, as empresas querem colocar todas as ofertas e a mensagem fica longa. É importante que, durante o planejamento de design, a quantidade de texto já seja limitada e que a imagem para o HTML seja leve. Costumamos trabalhar com o tamanho de 30 KB como aceitável; com mais que isso, pode haver problemas na entregabilidade.

Uma vez desenvolvido o template, é preciso levar em conta o servidor de e-mail utilizado pelo usuário. Alguns servidores apresentam maior restrição em relação a tamanho do e-mail, conteúdo e reputação do remetente, dificultando a entrega da mensagem.

Assim que o template e os servidores são entendidos, é hora da formulação do título do e-mail marketing. Algumas palavras e frases são praticamente proibidas para compor o assunto da mensagem, como: "promoção", "teste agora" e "últimas oportunidades", entre outras. Além disso, devem ser tomadas determinadas ações para otimizar o título, a abertura e a entregabilidade das campanhas.

Todos esses pontos devem seguir as boas práticas, levando-se em conta que o e-mail marketing não deve ser usado para prospecção, mas sim como uma ferramenta de comunicação com o usuário, que deve ser tratado com relevância, segmentação e informações assertivas. A boa campanha de e-mail marketing cria relacionamentos, é conveniente, prestativa, informativa, importante e desejada pelo destinatário.

Todos esses elementos, se bem trabalhados, contribuem para a geração da reputação do remetente. Quando bem construída, a reputação garante às mensagens um caminho livre de barreiras para alcançar o destino final, a caixa de entrada do usuário.

E esse caminho ainda pode contar com outros facilitadores, como a certificação Return Path, que identifica que o envio do e-mail marketing é feito por um remetente com boa reputação, aumentando a taxa de entregabilidade da mensagem eletrônica direto na caixa de entrada do destinatário.

Em suma, diversos são os fatores que podem alavancar ou restringir a entregabilidade de uma campanha de e-mail marketing. Determinar o sucesso dessa taxa de entrega só depende de como suas ações são desenvolvidas. As ferramentas foram expostas, basta saber como utilizá-las. Desafio aceito?



FONTE: olhardigital.uol.com.br

*/

quarta-feira, 9 de maio de 2012

On 2:01 PM by Fabrício in ,    No comments
/*

O Facebook assinou contratos com diversos fornecedores de segurança e lançou uma loja de antivírus na rede social. No chamado Antivirus MarketPlace, usuários podem fazer downloads de softwares de segurança da McAfee, Norton, Sophos, Trend Micro e Microsoft de graça. Segundo o site Cnet, os pacotes podem ser utilizados de seis meses a um ano, dependendo do software.

Além da loja de antivírus, o Facebook também informou que as cinco companhias concordaram em entregar suas listas negras de sites infectados à rede social. O próprio Facebook já possui um ranking com os links maliciosos, mas, agora, com a ajuda de empresas especializadas, poderá ser mais eficaz no bloqueio de URLs mal intencionadas.

Os softwares disponibilizados na loja já podem ser baixados por usuários de Windows ou Mac. Para fazer o download é preciso estar logado na sua conta da rede social. Clique aqui para conhecer o Antivirus MarketPlace.



FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

terça-feira, 8 de maio de 2012

On 12:49 PM by Fabrício in , ,    No comments
/*




A IBM desenvolveu uma bateria que "respira" e pode fornecer energia para um carro por até 500 milhas (cerca de 800 km) sem precisar ser recarregada.


A empresa anunciou os planos para o desenvolvimento da bateria em 2009, e agora afirmou que os estudos foram concluídos e que a tecnologia já está pronta.


O equipamento usa uma tecnologia de lítio-ar que faz o oxigênio reagir com o lítio, criando peróxido de lítio e energia elétrica. Assim, quando ela é carregada, um processo reverso faz com que o oxigênio seja liberado - e é assim que a bateria "respira".


O uso do oxigênio presente no ar faz com que a bateria seja consideravelmente mais leve do que as convencionais.


A empresa liberou um vídeo de apresentação da tecnologia. A bateria deve começar a ser usada comercialmente entre os anos de 2020 e 2030, de acordo com a IBM.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 11:36 AM by Fabrício in ,    No comments
/*


Graças a vazamento de informações por blog francês do Google, o lançamento do Google Drive em abril pode não ser mais um rumor
O Google acaba de lançar oficialmente seu novo serviço de armazenamento de arquivos em nuvem, o Google Drive.


Os usuários começarão a utilizar o serviço com os 5GB de espaço para armazenamento de forma gratuita. Também há possibilidade de expansão da capacidade para até 100GB, mas o usuário terá que colocar a mão no bolso e pagar pelo espaço adicional.


Mesmo com integração total com o Docs, também do Google, a empresa caracteriza o novo serviço como a "evolução" da ferramenta de documentos, já que o Drive trabalhará em conjunto com o Docs, na mesma página. No momento, serão lançados aplicativos para PC, Mac e Android. Já os usuários de iOS ainda precisarão esperar.


O Drive também terá integração total com o Gmail, serviço de e-mails do Google. Não será mais preciso enviar os arquivos em anexo, já que o Drive dá a possibilidade de o usuário enviar links através do e-mail.


As ferramentas de busca do serviço também ganharam atenção redobrada. Será possível fazer pesquisas por tipo, dono e até atividade do documento. Haverá reconhecimento de conteúdo usando a tecnologia OCR, que "lê" imagens: por exemplo, se você baixar uma imagem escaneada de um recorte de jornal velho, poderá pesquisá-la usando uma das palavras citadas no artigo.


O Google Drive também terá suporte para mais de 30 tipos de documentos, como vídeos em HD, arquivos do Photoshop e outros. Além disso, também terá 99,9% de uptime, ou seja, garantia de quase todo o tempo em atividade.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

segunda-feira, 7 de maio de 2012

On 11:25 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*

Agora, que arquivos poderão ser integrados mais facilmente ao Gmail graças ao recém-lançado Google Drive, o Google resolveu aumentar o espaço da conta de todos os usuários para 10GB.

De acordo com post no blog oficial do Google, antes da mudança, os usuários contavam com 7,5GB de espaço em seus e-mails. Isso, somado aos 5GB gratuitos de armazenamento no Drive, ajudam o internauta na hora de salvar arquivos.

A empresa diz que a mudança deve ser feita rapidamente, demorando no máximo 24 horas. O Google diz que espera "que todos gostem do pequeno crescimento".



FONTE:olhardigital.uol.com.br
*/
On 11:18 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*

  

A Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, acaba de realizar uma pesquisa que aponta mais um motivo para que a bateria de seu smartphone acabe mais rápido. O estudo mostra que sites móveis mal construídos e desenvolvidos "sugam a bateria" de seu celular.

Os testes foram feitos usando um smartphone com Android. O site do Gmail, por exemplo, foi considerado o mais "verde", ou seja, o site móvel testado que menos consome bateria dos usuários. Isso, em grande parte, é devido ao uso do HTML ao invés do Javascript, que consome mais energia. Já o website da Apple saiu-se mal no teste, já que a empresa não tem uma versão otimizada para dispositivos móveis.

A pesquisa mostra que, se os desenvolvedores tomarem como base o design do site da Wikipedia, por exemplo, o consumo de bateria seria reduzido em cerca de 30%, sem que a experiência do usuário seja afetada: "Esperamos que a pesquisa demonstre a importância de se construir um site otimizado para dispositivos móveis. Sites que não o fazem podem acabar sugando a bateria dos usuários. Isso pode reduzir potencialmente o tráfego do site", diz o relatório, segundo o site da BBC.

Os pesquisadores dão dicas como usar imagens no formato "JPG" para que o site fique mais leve, ao invés dos "GIF" e "PNG", frequentemente usados. Outra dica: "Nossos experimentos sugeriram que usar links ao invés de Javascript reduz muito a energia de processamento para a página".


FONTE:olhardigital.uol.com.br
*/