Curiosidades, Notícias, Dicas, Códigos

terça-feira, 31 de julho de 2012

On 11:20 AM by Fabrício in ,    No comments
/*

O Facebook está adicionando um novo recurso para os membros da rede social marcarem links que acham interessantes para serem abertos em outra hora.

Segundo o The Verge, tanto o aplicativo para iOS quanto as versões móvel e de desktop do site do Facebook ganharão a funcionalidade em breve. Com ela, ao encontrar um post interessante, o usuário poderá salvá-lo para ler mais tarde.

Assim, quem acessa o Facebook do iPhone, por exemplo, e encontra um link enviado por um amigo mas não tem tempo de ler na hora, poderá segurar o post por alguns segundos para que ele fique salvo em uma pasta na parte de favoritos da rede social. Ao acessar novamente via qualquer dispositivo e entrar na pasta, os links estarão lá para serem lidos.

Já na versão de desktop da rede social, o botão "Salvar" vai aparecer na parte inferior do post, ao lado do "Curtir - Comentar - Compartilhar".

Por enquanto há detalhes apenas do novo recurso no site do Facebook e no aplicativo para iOS, mas é bastante provável que ele também seja incorporado ao app de Android e em outros sistemas móveis.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

sexta-feira, 27 de julho de 2012

On 10:45 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*
De acordo com uma pesquisa realizada por estudiosos das universidades de Columbia, Wisconsin e Harvard, pesquisar dúvidas no Google altera o desempenho da memória em nosso cérebro. O estudo foi publicado pela edição de julho da revista Science.

Segundo os autores da pesquisa – Betsy Sparrow, Jenny Liu e Daniel Wegner -, a facilidade em encontrar informações através do Google teria mudado a maneira como o nosso cérebro funciona quando há uma dúvida, substituindo a memória de fatos específicos pela que entende onde as informações podem ser encontradas com mais facilidade – na maioria das vezes, em algum site da internet.

A noção de que qualquer informação poderia ser achada facilmente através dos computadores teria piorado as notas de alguns voluntários em testes de memória, mas, por outro lado, as pessoas conseguiriam reter mais o local em que podem encontrar os dados do que as informações contidas neles, permitindo o nascimento de uma memória mais prática e possibilitando que o cérebro se ocupe de outras atividades.

"A internet se tornou a nossa forma primária de memória externa, onde a informação pode ser arquivada coletivamente em vez de ficar presa nas nossas mentes", diz a apresentação da pesquisa.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

sexta-feira, 13 de julho de 2012

On 11:25 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*


O Ministério das Comunicações anunciou nesta quinta-feira, 12, um projeto que possibilitaria o acesso gratuito de páginas da internet em celulares.


O governo espera criar um domínio específico – 0800.br – que permitira o acesso a algumas páginas da web mesmo para a pessoa que não paga um plano de dados. Os gastos do programa seriam revertidos para as próprias operadoras. As páginas governamentais gratuitas trarão informações como vagas de emprego, agenda cultural, horários do transporte público, informações sobre vagas públicas e também algumas notícias de relevância geral.


80 pessoas da cidade de São Sebastião, próxima à capital Brasília, começarão a testar um modelo do serviço no próximo sábado (14).


A iniciativa foi criada em parceria entre o governo federal e o governo estadual do Distrito Federal, e conta com a parceria das operadoras Vivo, Tim, Claro e Oi.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

terça-feira, 10 de julho de 2012

On 10:41 AM by Fabrício in ,    No comments
/*

Há cerca de um ano a Mozilla lançou o Firefox 4 e, desde então, mais nove versões finais do navegador foram lançadas. Para Jono DiCarlo, desenvolvedor do browser, essas frequentes atualizações estão matando o Firefox.

Em um post em seu blog, DiCarlo criticou a política da Mozilla de lançar novas versões do Firefox em curtos espaços de tempo - cerca de 45 dias entre uma e outra. Ele afirma que os usuários odeiam as atualizações e que isso está afastando muitos deles do navegador.

O programador destacou três pontos que fazem as atualizações serem odiadas. Em primeiro lugar, o Firefox precisa ser reiniciado quando baixa uma versão nova e isso consome tempo. Segundo, as novas versões podem vir sem recursos que o usuário gostavam, mas que foram retirados pela Mozilla por serem usados por poucas pessoas. E, por isso, uma nova interface diminui a produtividade, já que é preciso um tempo para entender como tudo funciona.

Mas DiCarlo não acha que a Mozilla deve parar de atualizar o navegador. Ele afirma que correções de erros e falhas de segurança são sempre bem recebidas, mas o Firefox vai muito além disso, e algumas atualizações fazem apenas pequenas modificações na interface do navegador sem adicionar muita coisa.

A política de atualização rápida do Firefox, que começou ano passado, é parecida com a que o Google faz com o Chrome desde que lançou o seu navegador. A diferença é que as atualizações do browser do Google - que está na versão 20 - são silenciosas e poucas vezes os usuários percebem que elas foram feitas, enquanto o Firefox exibe janelas para avisar que um update está disponível.



FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 10:39 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*

Está cansado de ver seus feed de notícias do Facebook cheio de atualizações de aplicativos e jogos sem graça, postagens de pessoas com as quais você não fala desde o ensino médio e conteúdo morno no geral? Se sim, é hora de apimentá-lo para ter certeza de que está recebendo as atualizações de pessoas que gosta, bem como notícias e informações de seu interesse.

Na realidade há um número espantoso de opções para isso, como editar sua lista de amigos, adicionar interesses, usar o botão “curtir” e esconder as coisas que você odeia. Aprimorar seu feed irá requerer um pouco de esforço da sua parte, mas se você é um fã da rede, aqui está o que precisa ser feito para levar sua participação nela a outro nível.

Amigo ou conhecido?
O FB permite que você classifique seus amigos como “próximos” ou “conhecidos”. Categorizar pessoas como “conhecidas” pode melhorar os updates que você recebe, já que perderá as atualizações de pessoas chatas que não vê há dez anos. Você ainda irá receber updates deles, mas apenas os mais importantes.

A rede possui uma ferramenta automatizada que ajuda a organizar sua lista de amigos, para que você não tenha que classificar um por um. O FB gera uma lista de amigos que ele acha serem apenas seus conhecidos, e pergunta se você gostaria de vê-los menos em seu feed.

Embora o Facebook faça um ótimo trabalho ao eliminar conhecidos com base nas pessoas com as quais você interage ou não, é bom verificar as seleções para se certificar de que um amigo não foi parar na lista errada. Você pode executar a ferramenta quantas vezes quiser para continuar aprimorando as atualizações que recebe.

Ainda muito barulhento
Se você ainda está recebendo updates de pessoas indesejadas depois de utilizar a ferramenta de organização, é possível se livrar delas rapidamente.
Digamos que você queira silenciar Frank porque ele posta muitas atualizações de jogos. Passe o mouse sobre a postagem dele e clique na seta para baixo no canto superior direito. A partir do menu drop-down, selecione “apenas importante”, e as atualizações do FarmVille de Frank irão desaparecer instantaneamente.

Utilize “Interesses”
Seu perfil no Facebook possui um recurso chamado “Interesses” que permite que você assine categorias gerais, como fotografia, tecnologia ou design. Cada categoria contém pessoas, páginas da rede e marcas na rede que se relacionam com aquele interesse em particular. Se você assinar o interesse "Chefs", por exemplo, verá atualizações públicas em seu feed de notícias de 25 chefs famosos, como Anthony Bourdain, Cat Cora, Jamie Oliver e Wolfgang Puck.

Para apimentar seu feed com o recurso, vá até “Interesses” e clique em “+ Adicionar Interesses” no canto superior direito da coluna central. Na próxima página você poderá navegar através de listas populares criadas por outros usuários da rede. Se não encontrar algo que goste, será possível criar sua própria lista clicando em “+ Cria Lista” no canto superior direito.

As atualizações de listas de interesse geralmente se agregam em duas ou três postagens de diferentes pessoas na lista de uma só vez. O blogueiro Robert Scoble, que vem defendendo alguns dos métodos descritos neste artigo por vários meses, aponta que os interesses do Facebook são uma ótima maneira de obter notícias e informações de pessoas que você não julga tão importantes a ponto de se inscrever em suas atualizações, mas de quem você ainda gostaria de receber notícias de vez em quando.

Curta coisas
Outro caminho para adicionar itens interessantes em seu feed de notícias é "curtir" coisas. Os itens que você curte podem incluir, por exemplo, páginas de marcas. Se navegar pela rede para encontrar coisas que você gosta é muito trabalhoso, apenas mantenha-se atento aos botões "Curtir" espalhados nela. A ideia é curtir todos os tipos de marcas e sites, não apenas artigos. Fazendo isso você terá mais atualizações de seu interesse sobre uma marca ou personalidade.

Comece a bloquear
Você não apenas pode adicionar conteúdo ao seu feed de notícias para melhorá-lo, como também pode tirar itens dele. A melhor coisa a ser feita é eliminar atualizações específicas que te incomodam - para mim, é o fluxo interminável de atualizações de jogos.

Digamos que as atualizações de amigos jogando CityVille estão te deixando louco. Passe o mouse sobre uma atualização do game e clique na seta para baixo, na parte superior direita da área de status. Na parte inferior do menu drop-down que aparecerá, selecione a opção que diz "ocultar tudo de Cityville".

Principais Histórias e Mais Recentes
Por padrão, o Facebook mostra a você apenas o que ele acredita ser os itens mais relevantes de amigos, listas de interesses e curtir, que são baseados em diversos fatores como seus relacionamentos com o autor da postagem e a popularidade do post.

Se você preferir ver as últimas atualizações - independente da popularidade - clique em "Classificar" no topo do seu feed de notícias e selecione a opção "Mais Recente" do menu drop-down. Sua escolha será lembrada nas próximas vezes em que você acessar a rede.

Barra de atualizações em tempo-real
O FB possui uma barra à direita da tela (ticker) que mostra suas últimas atualizações, comentários e atividades de seus amigos em tempo-real. É um fluxo permanente de informações que podem causar sobrecarga na rede. Dê a você mesmo um tempo e livre-se dela de duas formas.

A primeira delas é ir ao canto inferior direito do seu feed e clicar no desenho da seta com um colchete, para esconder a barra lateral. A desvantagem deste método é que ele esconde sua janela de chat também.

Outra maneira é ajustar a sua janela do bate-papo para cobrir a irritante atualização. Para isso, segure na barra divisora que está localizada entre a janela de contatos e a caixa de atualizações em tempo real. Assim que visualizar a seta dupla, clique e arraste até que a janela desapareça.


FONTE: idgnow.uol.com.br
*/


Para você que vive reclamando de tudo no facebook, agora não tem mais desculpas...

segunda-feira, 9 de julho de 2012

On 3:42 PM by Fabrício in ,    No comments
/*

A partir desta sexta-feira (6/7) é permitida a propaganda eleitoral dos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador nas Eleições 2012 também na Internet. Mas candidatos, eleitores e a Justiça Eleitoral devem estar atentos às novidades sobre campanha este ano.

A propaganda na internet estará liberada no site do candidato, com endereço eletrônico comunicado à Justiça Eleitoral e hospedado, direta ou indiretamente, em provedor de serviço de internet estabelecido no país, e também no site do partido ou da coligação, com endereço eletrônico também comunicado à Justiça Eleitoral.

Este ano há regras claras para a propaganda eleitoral por meio de mensagem eletrônica para endereços cadastrados gratuitamente pelo candidato, partido ou coligação, e ainda por meio de blogs, redes sociais, sítios de mensagens instantâneas e assemelhados, cujo conteúdo seja gerado ou editado por candidatos, partidos ou coligações ou de iniciativa de qualquer pessoa natural.

Proibições
Importante: na internet é proibida a veiculação de qualquer tipo de propaganda eleitoral paga. Vale frisar que está vedada também, ainda que gratuitamente, a veiculação de propaganda eleitoral em sites governamentais ou de pessoas jurídicas.

Outro cuidado a ser tomado pelo candidato diz respeito a mensagens eletrônicas. Elas devem dispor de mecanismo que permita seu descadastramento pelo destinatário, que deve ser feito pelo remetente no prazo de 48 horas. As mensagens eletrônicas enviadas após após a suspensão do recebimento por parte do eleitor sujeitam os responsáveis ao pagamento de multa no valor de R$ 100,00 (cem reais), por mensagem.

É proibido também o anonimato na livre a manifestação do pensamento e opinião  durante a campanha eleitoral, por meio da internet, mesmo que assegurado por lei o direito de resposta. O anonimato será punido com multa  no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a
R$ 30.000,00 (trinta mil reais), paga pelo beneficiado pela manifestação e o autor (caso posteriormente identificado).

E, por fim, é proibido a utilização, doação ou cessão de cadastro eletrônico de provedores de acesso ou serviços internet em favor de candidatos, partidos ou coligações.

Redes Sociais
Proibida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) durante o período de pré-campanha eleitoral, a campanha pelas redes sociais está liberada a partir desta sexta-feira, 6/7. A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Carmen Lúcia, já afirmou diversas vezes que um dos grandes desafios nas eleições municipais deste ano será justamente esse aspecto da campanha. De acordo com a ministra, é difícil regulamentá-la nas redes sociais por causa da liberdade de expressão.

Na opinião da ministra Carmem Lúcia, "o acúmulo de litígios através de contatos e redes sociais deve aumentar", avaliou. O Judiciário tem que ficar atento para garantir a normalidade do pleito, sem comprometer a liberdade de expressão.

Até porque, segundo a legislação eleitoral para a Internet, candidato, partido, coligação ou o Ministério Público poderão requerer à Justiça Eleitoral a suspensão por 24 horas do acesso a todo o conteúdo informativo  da internet, quando estes deixarem de cumprir as regras contidas na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97). Durante o tempo de suspensão, o site deverá informar que se encontra temporariamente inoperante por desobediência à lei eleitoral. Se a conduta irregular for reiterada, o período de suspensão será duplicado.


FONTE: idgnow.uol.com.br
*/
On 1:20 PM by Fabrício in , ,    No comments
/*


Segundo o site The Verge, o Android se prepara para ganhar um console próprio e que irá rodar apenas jogos gratuitos.

O Ouya, como foi chamado, está em desenvolvimento por um time de profissionais já conhecido no mundo dos games, como Yves Behar, do projeto One Laptop Per Child, Muffi Ghadiali, da equipe que criou o Kindle da Amazon, e Ed Fries, o criador do primeiro Xbox.

Os indícios de que o console com Android será lançado começaram quando algumas vagas foram divulgadas em um site americano de empregos, nos Estados Unidos. Além disso, outros detalhes do Ouya também foram revelados, como a possibilidade de conectá-lo a uma TV e facilidade para modificar e publicar jogos livremente. Até mesmo o hardware poderá sofrer modificações segundo as preferências do usuário.

Isso porque o anúncio das vagas aponta que o hardware foi justamente "construído para ser hackeado". Todos os consumidores que comprarem um nas lojas vão receber gratuitamente um kit de desenvolvedor para criar títulos e lançá-los no aparelho.

O Ouya deve funcionar como uma rede semelhante às iniciativas Xbox LIVE Arcade e PlayStation Network. O produto também terá um preço justo em relação a outros consoles: apenas US$ 99 (cerca de R$ 200).


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

sexta-feira, 6 de julho de 2012

On 12:01 PM by Fabrício in , ,    No comments
/*


Em reunião realizada nesta quinta-feira, na sede da Fifa, em Zurique, na Suíça, o International Football Association Board (IFAB) aprovou o uso do chip nas bolas para confirmação dos gols. O dispositivo emitirá um alerta instantâneo aos árbitros assim que a bola ultrapassar a linha do gol e será testado pela primeira vez em uma competição oficial no Mundial de Clubes da Fifa, que será realizado em dezembro, no Japão. Se tudo correr bem, a bola inteligente, que tenta ingressar nos gramados desde a Copa de 2006, no Japão, será usada na Copa das Confederações de 2013 e Copa do Mundo de 2014, no Brasil.


A instalação dos sistemas nos estádios está avaliada entre US$ 150 mil e US$ 250 mil. Duas empresas têm a licença da Fifa para implementação da tecnologia por 12 meses: a GoalRef, que coloca um chip na bola e sensores nas traves e a Hawk-eye, que espalha câmeras no campo que seguem a bola e garantem se ela cruzou ou não a linha de gol. Nas duas tecnologias, se a bola cruzar a linha, uma mensagem será enviará automaticamente, dentro de um segundo, para o árbitro relógio do árbitro e de seus auxiliares.


Ao contrário de outras decisões, esta não torna o uso do chip obrigatório. As confederações ficam livres para colocarem em prática ou não, no momento que desejarem, a partir de hoje.


Histórico


Desde 2006 a Fifa discute o uso da bola inteligente em grandes competições internacionais. Na épouca, a bola inteligente vinha sendo desenvolvida pela Adidas em parceria com o Instituto Fraunhofer e a empresa de software Cairos Technologies. A tecnologia usada era baseada em um chip com transmissor integrado que fica suspenso no meio da bola. Antenas instaladas nos estádios captam os sinais e os enviam para servidores que rodam o sistema operacional Linux. Mas o sistema era considerado caro demais


FONTE: idgnow.uol.com.br
*/
On 11:59 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*




Você tinha arquivos no Megaupload? Gostava do serviço? Então prepare-se: o site vai voltar ao ar em breve, muito maior, melhor e mais rápido.


Quem deu o recado foi o próprio fundador, Kim Dotcom. O empresário publicou a informação em sua conta no Twitter em comemoração ao fim do SOPA, do PIPA e do ACTA. Todos os três eram projetos de lei que tinham o objetivo de acabar com a pirataria na internet e aumentar o controle de dados dos usuários.


"SOPA está morto. PIPA está morto. ACTA está morto. MEGA vai voltar. Maior. Melhor. Mais rápido. Livre de taxas e preparado contra ataques. Evolução!”, diz a mensagem de Dotcom na rede social.


Ainda não se sabe quando o site de compartilhamento de arquivos voltará, mas Kim Dotcom parece animado, assim como seus seguidores que fizeram questão de espalhar a mensagem por toda rede.


Em janeiro deste ano, o Megaupload foi fechado por agentes federais norte-americanos sob a acusação de repetidamente violar direitos autorais e promover a pirataria em massa. Na ocasião, o fundador e três executivos da empresa foram presos na Nova Zelândia a pedido das autoridades norte-americanas. Eles respondem pelo processo em liberdade.

FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

quinta-feira, 5 de julho de 2012

On 10:45 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*


Os dias presos entre as quatro paredes do escritório já eram. Até mesmo as pessoas que tradicionalmente trabalham em empresas, hoje em dia têm, ocasionalmente, a possibilidade de trabalhar de casa. O período de férias pode ser um destes momentos em que você saiu do escritório, mas não pôde se desligar completamente das atividades. Com a ascensão da tecnologia ficou fácil fazer conferências, reuniões e apresentações, pois já não é mais preciso estar fisicamente presente nos lugares, basta ter um computador com acesso à internet e uma webcam.

A flexibilidade é boa em diversas questões como não ser perturbado por colegas, chefes, não ter horários estabelecidos para executar tarefas e etc. Mas, por outro lado, as atividades profissionais podem competir com filhos, televisão, sono e outros confortos (e distrações) que só nossa casa tem. Segundo a jornalista Pamela Saccon, que há mais de seis anos trabalha de casa, o grande desafio da atividade remota é saber administrar o seu tempo, pois às vezes a falta de rotina atrapalha.

Quem vive ou viveu essa experiência acabou achando a sua maneira de manter a produtividade mesmo estando no aconchego do lar. "Eu preciso fazer uma lista de tarefas assim que eu acordo. Dessa forma estabeleço prioridades e limito o tempo adequado para cada coisa", explica a jornalista. Assim como a Pamela, outros profissionais têm suas regrinhas e segredos para conseguir fugir das distrações e manter a disciplina na hora de colocar a mão na massa. Veja abaixo:

·Tenha um espaço de trabalho com porta. É difícil produzir com crianças gritando ou com o barulho da TV. Além disso, qualquer barulho que não represente um ambiente de trabalho convencional pode dar má impressão ao telefone.

·Mesmo que você seja o único em casa, tente ouvir música apenas pelos fones de ouvido. Isso ajuda a esquecer os outros barulhos e a focar na tarefa que está sendo feita.

·Se tiver filhos, deixe uma caixa com brinquedos, jogos e livros, que ele só poderá usar quando você estiver ao telefone. Use essa tática somente em momentos especiais (telefone ou conferência), assim a criança se mantém ocupada.

·Mesmo trabalhando em casa, se vista como se estivesse indo ao escritório e mantenha uma rotina. Acorde cedo, tome banho e troque de roupa.

·Não almoce no seu ambiente de trabalho. Use esse tempo para falar com outras pessoas e descansar. Se não fizer isso, o trabalho de casa pode se tornar algo constante e sem pausas.

·Saiba em que momento do dia você é mais produtivo. Se você trabalha melhor de madrugada, deixe para fazer as suas coisas nesse horário e preencha os outros períodos com suas atividades pessoais.

·Prenda-se à sua cadeira. Existem muitas distrações em casa, portanto é importante passar a mesma quantidade de horas que você trabalha no escritório, em casa.

·Una as tarefas similares. Por exemplo, se você precisa fazer três ligações diferentes, faça uma seguida da outra, então parta para os emails que precisa mandar, textos que precisa escrever, reuniões e etc. Também deixe um período reservado para checar as redes socias, assim perde-se menos tempo.

·Divida seu dia em três grandes tarefas a serem desempenhadas e faça pausas entre uma e outra.

·Diversifique o local de trabalho. Cafés sempre são uma boa alternativa, pois oferecem um ambiente agradável, têm comida e bebida a qualquer hora e, na maioria dos lugares, têm Wi-Fi.

·Imagine que as pessoas ao seu redor são clientes em potencial e estão lá para julgar o seus hábitos de trabalho. Pode parecer meio estranho, mas a possível pressão fará você trabalhar ainda mais.

·Volte sempre para a mesma mesa, assim vai parecer que você está indo para o escritório.

·Conheça o dono da cafeteria que você frequenta. Converse com ele, saiba sua história e nome. Ele provavelmente conhece seus clientes e se você for um freelancer, pode conseguir boas dicas de trabalho.

·Deixe seu carregador do computador em casa, assim você se força a terminar o serviço antes do laptop desligar. Isso vai te dar ânimo.

·Tente sentar de frente para uma parede e procure uma cafeteria em uma rua calma. Também peça pouca bebida para evitar as idas ao banheiro.

·Se você for desenvolver algo que não precise de acesso à internet, não vá a uma cafeteria que tenha Wi-Fi. É mais fácil de você terminar o trabalho sem a distração de emails e sites.

Com essas dicas dá para saber como lidar com a flexibilidade de um trabalho remoto. Teste e veja em quais situações seu trabalho rende melhor. E se você tiver outras sugestões que funcionam com você, escreva nos comentários abaixo. Boa sorte!


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

On 10:43 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*

Quantas vezes você perdeu um celular porque o deixou cair na água ou a bateria simplesmente pifou? Acidentes vivem acontecendo e nem sempre nos melhores momentos, já que para comprar um novo aparelho é necessário desembolsar uma graninha. Pensando nisso, a Pitzi, empresa especializada em aparelhos celulares, divulgou três dicas valiosas que podem te ajudar na hora destes incidentes.

Se seu celular caiu na piscina, molhou na chuva ou você deixou derrubar alguma bebida no aparelho, não se desespere, talvez você consiga reavivar seu dispositivo com esta dica. Primeiro de tudo, tire a bateria e seque o aparelho o máximo que der. Depois, deixe o celular e a bateria em um reservatório coberto com arroz por, pelo menos, uma noite. O arroz vai sugar a água que está no dispositivo, obviamente se não for um dilúvio e, com isso, ele volta a funcionar como antes. Lembre-se de não tentar secá-lo com nada que produz calor como secadores e microondas, pois este calor pode acabar com o seu celular.

Já se você riscou seu celular por ter deixado cair ou tê-lo deixado próxima de alguma chave, por exemplo, a dica é simples: use pasta de dente. Com um cotonete ou pedaço de algodão, passe uma pequena (pequena mesmo!) quantidade de pasta de dente sobre os riscos em movimentos circulares. Se os riscos não forem muito profundos, eles irão desaparecer ou pelo menos diminuir. Ao terminar, passe um pano levemente úmido e retire o excesso da pasta. Não exagere na quantidade da pasta e nem na umidade do pano, pois as telas, principalmente são supersensíveis.

Por fim, caso seu celular não esteja carregando a bateria, a sugestão é usar uma borracha. Muitas vezes os contatos da bateria estão sujos e bastaesfregar uma borracha comum suavemente nas áreas de contato para que ela volte a funcionar.
 

FONTE:  olhardigital.uol.com.br
*/

quarta-feira, 4 de julho de 2012

On 10:29 AM by Fabrício in , ,    No comments
/*

O Tribunal de Justiça da União Europeia tomou uma decisão inusitada nesta terça-feira, afirmando que a venda de licença de softwares usados não é ilegal. Com isso, os donos do copyright de softwares não poderão mais se opor à venda de licenças “usadas”, que ajudam os usuários a registrarem programas baixados na internet. "Mesmo que o contrato de licença proíba uma nova transferência do titular do direito, a fabricante não pode se opor à revenda dessa cópia", disse o tribunal em um comunicado à imprensa. A decisão foi motivada por uma ação da Oracle, que queria proibir a empresa alemã UsedSoft de vender licenças antigas de softwares. A UsedSoft também conseguiu vitórias contra a Microsoft e a Adobe.

"Esse julgamento será importantíssimo para o livre comércio na Europa", disse Pete Schneider, diretor da UsedSoft. "É uma notícia particularmente boa para os consumidores, que poderão finalmente se beneficiar de preços mais baixos de softwares sem sofrer restrições por isso".

A Oracle criticou o tribunal, afirmando que o mesmo teria desrespeitado o valor da inovação e da propriedade intelectual, ambos vitais para a economia da Europa.  A empresa norte-americana disse em um comunicado que os clientes "enfrentam riscos desnecessários por comprar licenças de segunda mão sem saber se os originais foram comprados legalmente".

O tribunal definiu alguns limites para revenda de software, afirmando que o comprador original deve tornar sua própria cópia inutilizável se quiser vendê-la. "Se você continua usando o software depois de vendê-lo, isso significa que você está reproduzindo e não distribuindo o programa", explica a corte. Revendedores também não estão autorizados a dividir uma licença para vários usuários e vendê-la separadamente.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

terça-feira, 3 de julho de 2012

On 10:37 AM by Fabrício in ,    No comments
/*

Pesquisadores da Universidade de Tóquio, no Japão, prometem entrar para mais um recorde mundial de tecnologia. Segundo o New Scientist, os cientistas vão anunciar em agosto deste ano a tela de computador mais fina já desenvolvida no planeta. O que mais surpreende é que o display, de acordo com os criadores, foi feito apenas com sabão e alguns ingredientes de fácil acesso, como açúcar, glicerina, água, leite e surfactante (substância que diminui a superfície de contato entre dois líquidos).

Os desenvolvedores do visor observaram que a superfície de uma bolha de sabão é, na verdade, um material com duas características importantes: permite a passagem de luz através de si mesma e revela a cor da própria estrutura. Com base nessas propriedades, os japoneses criaram uma tela a partir de dois líquidos coloidais, possibilitando que o display alcançe medidas de apenas 1 nanômetro, ou um milionésimo de 1 milímetro. Ao mesmo tempo, os líquidos formam uma película resistente e ao mesmo tempo maleável.

Para deixar a tela de sabão resistente, os pesquisadores a estabilizaram por ondas de ultrassom. Isso significa que, no futuro, quando for instalado em um computador, o visor vai por fim a preocupação do usuário em riscar o monitor, já que o material será livre desse tipo de situação.

Além disso, os cientistas mostraram em um vídeo que o display de sabão também será capaz de reproduzir imagens em 3D e até hologramas. Pelo fato da tela ser manipulável, é possível controlar sua transparência através da frequência das ondas de ultrassom e, ao empilhar várias camadas de bolhas em conjuntos, o efeito tridimensional pode ser alcançado.

Os japoneses vão apresentar a nova tecnologia em agosto durante a conferência internacional de tecnologia gráfica, a Siggraph 2012, em Los Angeles, nos Estados Unidos.




FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

segunda-feira, 2 de julho de 2012

On 10:43 AM by Fabrício in ,    No comments
/*

Qual a importância do uso de cookies de rastreamento que são plantados em seu computador, depois de navegar em sites, para que ele possa acompanhar o que você está fazendo? Acontece que não somente os grandes sites gostam de usá-los, eles também empurram goela abaixo cookies de terceiros.

De acordo com a Keynote Systems, uma análise que fez rastreamento comportamental online em 269 sites raiz em quatro setores diferentes - "notícias e mídia", "serviços financeiros", "viagens e hospitalidade", e "varejo" -, 86% dos sites colocam um ou mais cookies de terceiros em seus visitantes.

A Keynote Systems também diz que 60% desses terceiros tiveram, pelo menos, um rastreador que não prometeu cumprir com pelo menos um padrão de monitoramento comum.

A empresa afirmou que, dos 211 rastreadores terceirizados, "apenas um se comprometeu a honrar com a solicitação de um visitante para não ser rastreado pelo novo recurso 'não quero ser rastreado'." Isto dá aos consumidores uma maneira de escolher. A Keynote diz também ter verificado se houve uma "promessa de manter dados anônimos."

A Keynote descobriu que quase todos os sites das categorias "viagem e hospitalidade" e "notícias e mídia" têm cookies de rastreamento de terceiros. Os sites de "notícia e mídia" disseram "expor os visitantes do site para uma média de 14 empresas de rastreamento terceirizadas durante o curso de uma visita típica." A Keynote também acrescenta que foi "surpreendente" que três em cada quatro sites na categoria "serviços financeiros" também "expõem os visitantes a rastreamento de terceiros."

A Keynote Systems diz que o fenômeno de rastreamento é motivado pela publicidade. "A publicidade comportamental, um uso comum de dados de rastreamento de terceiros, é uma prática cada vez mais comum na rede e uma das principais maneiras com que sites financiam suas operações. Cookies de rastreamento de terceiros são colocados nos browsers dos visitantes do site para rastrear os cliques de um usuário e o caminho que ele fez na Internet. Eles também podem anotar coisas como o que o visitante compra e para onde o visitante vai, uma vez ele deixa uma página."

O diretor de serviços de privacidade da Keynote, Ray Everett, diz que tudo reflete uma "mentalidade de 'faroeste selvagem'" e que "empresas de rastreamento agressivo" poderiam colocar editores do site em uma posição difícil e, até mesmo, expô-los ao risco legal. Mas ele aponta que o "fardo de policiar rastreamento de terceiros recai sobre os ombros dos editores do site", porque eles são claramente responsáveis ​​pelo seu conteúdo e reputação da marca.



FONTE: idgnow.uol.com.br
*/
On 10:42 AM by Fabrício in ,    No comments
/*

O desenvolvedor norte-americano Tom Waddington estava fuçando o código do Facebook em busca de novidades e descobriu que há por lá um botão que ainda não foi liberado para os usuários da rede social: "Want" ("quero"). A ferramenta seria utilizada para indicar produtos para uma lista de desejos de cada usuário, ainda por ser criada.

De acordo com o programador, a opção está presente no código JavaScript como uma das opções de plug-ins sociais do serviço. "As mudanças foram adicionadas no Javacript do Facebook na última quinta-feira", disse o desenvolvedor ao Mashable.

Ele testou o botão "want" em seu site, mas não teve muito progresso. "O botão aparece no site, mas ao clicá-lo você recebe uma mensagem de erro", explica.

Waddington ainda contou ao Mashable que descobriu outras ferramentas invisíveis, como "page events" (eventos de uma página), "privacy selector" (seletor de privacidade), ou "social context" (contexto social). A função de cada um deles ainda não é conhecida. "O Facebook ainda não autorizou ninguém a usar os novos apps", diz Waddington.



FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/