Curiosidades, Notícias, Dicas, Códigos

terça-feira, 14 de maio de 2013

On 10:35 AM by Fabrício Agnes Machado in ,    No comments
/*

O Google anunciou nesta segunda-feira, 13, que unificará o espaço de armazenamento de seus aplicativos, segundo informação do site The Verge.

Em vez de 10Gb no Gmail e mais 5Gb entre o Drive e arquivos de imagens do Picasa e do Google+, todos os usuários terão um total de 15Gb que poderá ser distribuído livremente.

Dessa forma, quem atualmente não usa muito o espaço do Gmail, por exemplo, poderá utilizar esse espaço extra para seus arquivos do Google Drive ou do Picasa.

Com esse novo modelo, o plano mensal de US$ 2,49 para 25GB extras no Google Drive deixa de existir, e o upgrade mais barato passa a ser de 100Gb por US$ 4,99 por mês. Para quem já era assinante desse plano, no entanto, o serviço continua sendo válido até que o usuário mude o plano ou peça o seu cancelamento.

O Google Drive ganha força com a mudança, já que passa a ser um dos serviços de armazenamento em nuvem gratuitos com maior capacidade. O Dropbox, por exemplo, conta com 2Gb, e o iCloud, 5Gb. Mesmo o serviço pago vale mais a pena: 100Gb a mais no Dropbox custa US$ 9,99 por mês, contra os US$ 4,99 do Google.

A mudança deve ocorrer para os usuários durante as próximas semanas, segundo o The Verge.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 10:11 AM by Fabrício Agnes Machado in ,    No comments
/*

Entra em vigor nesta terça-feira, 14, um Decreto Federal - o de número 7962/13 - que dará mais segurança a quem costuma efetuar compras pela internet no Brasil. Publicado no Diário Oficial da União no dia 15 de março, o texto indica uma série de obrigações a que os logistas virtuais agora estão sujeitos.

Para o presidente do site Busca Descontos, Pedro Eugenio, a novidade trará confiança ao consumidor brasileiro, que antes não contava com regulamentação específica na hora de gastar dinheiro internet afora. "Haverá uma seleção natural: as lojas que já fazem um bom trabalho vão crescer muito, a partir de agora", aposta.

Um dos pontos altos do Decreto é que todos os sites precisam disponibilizar, "em local de destaque e de fácil visualização", informações como nome empresarial, número de CNPJ, endereços físico e eletrônico, e características essenciais do produto, incluindo eventuais riscos a saúde e segurança do consumidor.

O internauta também tem de conseguir encontrar facilmente informações acerca de despesas adicionais (acessórios, frete, seguros) e sobre as condições integrais da oferta, incluídas formas de pagamento, disponibilidade, forma e prazo da execução do serviço e da entrega ou disponibilização do produto. É preciso ainda deixar claro e "ostensivo" se houver quaisquer restrições ao aproveitamento da oferta.

Há obrigações específicas para sites de compras coletivas. Eles têm de relatar o prazo e a quantidade mínima de consumidores para ativação da oferta, além de identificar não só a si mesmos como ao fornecedor do produto ou serviço que estão vendendo.

Mas o Artigo 5º do Decreto trata de algo polêmico: o direito ao arrependimento. Ao adquirir algo pela internet, a pessoa tem sete dias para pedir devolução, livre de encargos, mesmo que não tenha motivos para isso. A loja (no caso, o site) não pode cobrar nada pela retirada do produto ou cancelamento do serviço em questão.

Para o especialista em direito civil Ezequiel Frandoso, do Trigueiro Fontes Advogados, deveria haver exceções para que a regra não seja usada como "garantia de satisfação". "O direito de arrependimento não pode ser aplicado para todas as relações de contrato feitas pela internet", diz ele, argumentando que quando for possível efetuar a compra em local físico o direito deveria ser nulo.

A explicação é que o consumidor não estaria sendo lesado se comprasse, como se diz, "gato por lebre", afinal, há a possibilidade de se conferir o produto/serviço pessoalmente. "Nessas hipóteses, [o direito] não pode ser aplicado porque da mesma forma que o consumidor adquiriu os produtos pela internet, eles adquirem indo à sede da empresa", justifica.

De qualquer forma, é consenso que o Brasil caminha para dar devida atenção à internet, a exemplo da criação da primeira lei sobre crimes virtuais a vigorar no país.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

sexta-feira, 10 de maio de 2013

On 10:37 AM by Fabrício Agnes Machado in , , , ,    No comments
/*

A Nokia ainda produz bons celulares, mas não está caminhando bem financeiramente. E seu novo lançamento, o Asha 501, pode ser uma das suas salvações, principalmente por um acordo firmado com algumas operadoras: o acesso gratuito ao Facebook.

O novo smartphone popular da companhia custa US$ 100 é a aposta da companhia para ganhar cada vez mais mercado nos mercados emergentes como Brasil e Índia e outros países subdesenvolvidos, onde o acesso à internet é escasso.

Vaughan Smith, chefe de parcerias móveis do Facebook, presente no evento de lançamento do aparelho, apresentou este objetivo em coletiva de imprensa. Segundo ele, cinco bilhões de pessoas ainda não usam a internet. "Como podemos ajudar estas pessoas a ficarem online mais rápido, para terem um vida mais rica?", ele pergunta para em seguida responder: "Facebook".

E os mercados emergentes amam o Facebook, o que justifica a aposta da Nokia. Brasil e Índia são os maiores países na rede social depois dos Estados Unidos, como nota o Mashable. A companhia finlandesa crê que o aparelho poderá se popularizar com este recurso, mesmo sem acesso à rede 3G, sendo compatível apenas com o 2G.

Para o Facebook, o acordo é ótimo, já que seu modelo de negócios depende de cada vez mais utilizando seus serviços. Também é positivo para as operadoras, que terão mais clientes, atraídos pela oferta de acesso gratuito à rede social em qualquer lugar, que poderão consumir dados com outros recursos. Já a Nokia vê a chance de expandir-se em um dos nichos mais lucrativos do mercado.

No Brasil, alguns clientes da TIM já possuem acesso gratuito ao Facebook. A rede social também já lançou um serviço chamado Facebook Zero, no qual toda a interação é feita por SMS, que busca atingir o público que ainda usam os "featurephones", os celulares comuns, sem acesso à internet. 

FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 10:23 AM by Fabrício Agnes Machado in ,    No comments
/*

O Ouya, novo videogame que estreia no mercado neste ano, conseguiu arrecadar mais US$ 15 milhões.

O dinheiro deverá ser direcionado a desenvolvedores e a esforços para conseguir atender a uma demanda maior do que a esperada. Segundo os responsáveis pelo console, a procura pelo videogame é tão alta que eles resolveram adiar o lançamento de 4 de junho para o dia 25.

O investimento vem das empresas Kleiner Perkins Caufield & Byers (KPCB), Mayfield Fund, Nvidia, Shasta Ventures e Occam Partners.

Originalmente financiado na plataforma Kickstarter, o console conseguiu arrecadar mais de US$ 8,5 milhões. O Ouya é um videogame com sistema operacional Android, roda jogos desenvolvidos para a plataforma aberta e permite que qualquer um altere e crie novas versões dos games.

FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

quarta-feira, 8 de maio de 2013

On 10:48 AM by Fabrício Agnes Machado in , ,    No comments
/*

Fala-se sobre os possíveis males que a internet causa ao humano enquanto ser sociável, pois ele passaria a ignorar a vida offline em detrimento do que encontra no virtual - inclusive os amigos "reais".

Pensando nisso, um jornalista que escreve sobre tecnologia decidiu abandonar o inimigo e viver longe da turbulência que é a vida na internet. Paul Miller, do The Verge, um dos principais veículos especializados do mundo, passou um ano totalmente offline.

Tanto tempo para descobrir que estava errado. Paul voltou à rede à 0h do dia 1º de maio de 2013, tendo abandonado a internet às 23h59 de 30 de abril de 2012. Durante esse período ele permaneceu trabalhando para o Verge, escrevendo, além de textos diversos, sobre sua experiência no mundo palpáve.

A parte boa

Houve grandes momentos, como ele relata: se sentia livre, não tinha mais um smartphone para incomodar com atualizações o tempo todo, passou a administrar melhor o tempo e, com isso, perdeu peso, melhorou o desempenho de leitura etc.

A comunicação mudou totalmente; agora ele enviava cartas, ligava, ia à casa dos amigos. Sua irmã, que por anos sofreu com o distanciamento, passou a admirar o comportamento de Paul: "Ela diz que estou menos isolado, emocionalmente, mais preocupado com seu bem-estar - menos idiota, basicamente", comenta ele.

A parte ruim
Mas, é claro, ele sentiu o peso de estar um passo atrás da humanidade. Paul perdeu contato com muita gente e deixou de ser relevante para as pessoas. Afinal, se você tem 1 mil amigos no Facebook, não espere que todos te visitem ou liguem para saber como anda sua vida.

Um amigo dele foi morar na China e, desde então, nunca mais se falaram. "Muita tinta foi derramada sobre o falso conceito de 'amigo de Facebook', mas eu posso te dizer que um 'amigo de Facebook' é melhor do que nenhum."

"Sem internet, é certamente mais difícil encontrar pessoas", afirmou. "É mais difícil fazer uma ligação do que enviar um e-mail. É mais fácil mandar SMS, usar SnapChat, FaceTime, do que ir à casa de alguém."

No começo, Paul achava graça em livros e mapas de papel, mas há certas coisas que simplesmente não fazem mais tanto sentido quanto antigamente. Não são tarefas difíceis de se executar, mas por que escolher a forma menos prática?

Além disso, a experiência dele foi prejudicada pela sua própria condição. Paul não se sentia bem cercado pela web, então decidiu que ela era seu problema, mas depois de certo tempo o contexto de "eu não uso internet" acabou e ele se transformou numa pessoa qualquer que apenas não usa a rede - não era mais o cara exótico, era normal, ou quase.

A conclusão

No fim do período, ele conversava com a sobrinha de cinco anos, com quem geralmente só se comunicava via Skype. Ela não sabe bem o que é a internet, mas sabe que a ferramenta da Microsoft a ajuda a manter contato com o tio.

Quando ele perguntou se ela imaginava por que ele não a chamou no Skype pelo ano todo, ouviu a resposta: "Pensei que fosse porque você não queria."

Ou seja: a internet, em si, não importa. O que interessa é o que ela proporciona. Paul descobriu que a rede possibilita uma sére de coisas que não eram possíveis antes. Então, compreendeu aquilo e respondeu à sobrinha: "Passei um ano sem usar nenhuma internet. Mas agora eu estou voltando e eu posso te chamar no Skype novamente." 

FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 10:46 AM by Fabrício Agnes Machado in , , ,    No comments
/*

Aconteceu algo no primeiro trimestre deste ano que já era esperado: os tablets equipados com o sistema operacional do Google, o Android, ultrapassaram os que vêm com iOS, da Apple.

Nos três primeiros meses de 2013 foram vendidos 27,8 milhões de aparelhos Android contra 19,5 milhões de iOS, segundo a IDC, e o motivo é óbvio: enquanto há apenas dois dispositivos com o sistema da Apple (iPad e iPad mini), o mercado trabalha com dezenas de Androids.

Unidos, Windows e Windows RT tiveram 1,8 milhão de dispositivos comercializados.

Entre os fabricantes, a Apple ainda domina - e com certa folga, já que detém 39,6% do mercado. Vendeu 19,5 milhões de unidades. A Samsung, segunda colocada, vendeu 8,8 milhões e vem seguida por ASUS (2,7 mi), Amazon (1,8 mi) e Microsoft (900 mil).

Por outro lado, a ASUS foi quem mais cresceu em vendas no período de um ano, dando um salto de 350%. Depois vem Samsung (282,6%), Amazon (157,1%) e, então, Apple (65,3%).


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

terça-feira, 7 de maio de 2013

On 11:15 AM by Fabrício Agnes Machado in , , , ,    No comments
/*

A Adobe inicia uma nova fase na nuvem. A empresa anunciou esta segunda-feira, 6, que os pacotes Creative Suite (Photoshop, Illustratos, InDesign e outros softwares) serão substituídos pelo Creative Cloud, com foco no armazenamento em nuvem.

Com isso, os programas migrarão completamente para o modelo de assinaturas, no qual o usuário utiliza os softwares mediante pagamento mensal. O Creative Suite 6 continuará à venda, porém, o próximo pacote já será CC -- Creative Cloud --, e não CS7.

Para a Adobe, a medida pode ser uma forma de combater a pirataria e também garantir fluxo de caixa. Os preços das assinaturas no Brasil ainda não foram divulgados, mas nos Estados Unidos o valor varia entre US$ 20 e US$ 70, dependendo do tipo de plano (corporativo, doméstico ou para estudantes) e do número de aplicativos.


FONTE:  olhardigital.uol.com.br
*/

segunda-feira, 6 de maio de 2013

On 10:29 AM by Fabrício Agnes Machado in , , ,    No comments
/*

O MSN não foi o único serviço extinto recentemente pela Microsoft. A empresa anunciou nesta quinta-feira, 2, que completou a migração dos usuários do Hotmail para o Outlook.com.

Quem possuía conta no Hotmail, no entanto, não terá seu e-mail alterado. Estas pessoas manterão o domínio @hotmail.com, mas a interface na qual são exibidas os e-mails será alterada.

Para completar a transição, a Microsoft diz ter transferido cerca de 150 petabytes em e-mails nas últimas seis semanas.

Segundo a empresa, agora o seu serviço de e-mail tem 400 milhões de usuários. Segundo anúncio de fevereiro, a companhia tinha 60 milhões de usuários ativos do Outlook.com. A Microsoft ainda anuncia que 125 milhões destes acessam o e-mail por meio de plataformas móveis.

Além disso, a companhia também anunciou pequenas mudanças na plataforma. Agora, ao enviar um e-mail utilizando um "alias", o recipiente não receberá mais a informação "enviado em nome de...". Também foi facilitada a integração com o SkyDrive, para anexação de arquivos e fotos salvos na nuvem.

FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 10:27 AM by Fabrício Agnes Machado in , , ,    No comments
/*

A Acer lançou nesta sexta-feira, 3, o Aspire R7, um laptop com display completamente ajustável. A tela touchscreen fica suspensa em uma espécie de dobradiça flexível, o que possibilita visualização por vários ângulos.

O mecanismo por trás da tela 'flutuante' se chama Ezel. Com ele, é possível usar o R7 tanto como desktop quanto como tablet ao deslizar o display para esconder o teclado. O aparelho também dispõe de bateria interna para ser usado como laptop.

O Aspire R7 é equipado com tela de 15,6 polegadas, resolução full HD e processador Core i5. Segundo a empresa, o laptop-tablet chegará aos Estados Unidos ainda em maio, por US$ 999.

No evento, que aconteceu em Nova York, a Acer revelou outros novos produtos: o Iconia A1, tablet com sistema Android similar ao iPad mini -- mas mais econômico, a US$ 199 --, o Aspire P3, ultrabook com Windows 8.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

quinta-feira, 2 de maio de 2013

On 10:19 AM by Fabrício Agnes Machado in , ,    No comments
/*

A principal página de compartilhamento de arquivos da internet, o Pirate Bay, tomou mais uma medida de proteção contra as autoridades que querem tirar o site do ar. Os piratas agora foram "navegar" em águas caribenhas e agora funcionam sob o domínio .SX.

O novo domínio é referente à parte holandesa da pequena ilha de St. Marteen, com apenas 78 mil habitantes, localizada na América Central, próxima à República Dominicana.

A medida foi tomada porque tanto os domínios .SE (Suécia) e .IS (Islândia), que havia sido recém-adquirido, estavam sendo perseguidos pela justiça sueca, sob ameaça de serem bloqueados.

A ação está sendo movida a pedido de várias empresas do ramo do cinema e da música. Entretanto, não foi esclarecido o motivo pelo qual estas medidas estão sendo tomadas apenas agora, já que o site opera sob o domínio .SE há mais de um ano.

FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

terça-feira, 30 de abril de 2013

On 10:50 AM by Fabrício Agnes Machado in , , ,    No comments
/*

Para um pequeno estúdio de desenvolvimento de jogos chamado Greenheart Games, a melhor alternativa para combater a pirataria é com mais pirataria. A empresa lançou um game chamado "Game Dev Tycoon", que simula a experiência de desenvolvimento de jogos e criou um método único para evitar que o jogo fosse distribuído ilegalmente: fazer com que o jogador sinta na pele os efeitos da distribuição ilegal dos games.

Para isso, a empresa desenvolveu duas versões do jogo. A primeira delas, vendida no site da empresa, é a original, que roda sem problemas. Já a segunda foi alterada e liberada propositalmente nos sites de compartilhamento de arquivos. Nesta versão, a pessoa joga normalmente até um ponto onde os jogos mal conseguem pagar os investimentos, de tanto que ele é compartilhado ilegalmente na internet.

Segundo post no blog da companhia, após um dia do lançamento do "Game Dev Tycoon", 93% das pessoas obtiveram o jogo por meios ilegais e sofreram com os problemas da versão alternativa do jogo.

Os criadores afirmam que eles poderiam ter simplesmente avisado a quem baixou irregularmente o game que a versão era irregular, mas decidiu optar pela abordagem inovadora. "Não quisemos deixar passar a oportunidade de 'segurar um espelho' na frente deles e mostrá-los o que a pirataria faz com os desenvolvedores de jogos".

Após algumas horas de jogo com a cópia ilegal, a seguinte mensagem surge: "Chefe, parece que apesar de muitos jogarem nosso novo game, eles o roubam fazendo download de uma versão crackeada em vez de o comprarem legalmente. Se os jogadores não comprarem os games dos quais eles gostam, nós iremos à falência mais cedo ou mais tarde =(". A partir de então, o jogador pode investir para criar os melhores games possíveis, mas a receita que receberá em troca será muito baixa.

Curiosamente, os criadores do jogo logo perceberam que muitos dos que baixaram o jogo em vez de pagarem os US$ 8 necessários para obter o game legalmente estavam reclamando em fóruns dos problemas que a pirataria gera no jogo.

O game faz com que o jogador atravesse a história do desenvolvimento de jogos, permitindo a simulação de experiência de criação de games desde os anos 80 até os dias atuais. O problema da pirataria começa a surgir na época em que os jogos em mídias como CDs começam a se popularizar, como no período do PlayStation 1.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

sábado, 27 de abril de 2013

On 10:30 AM by Fabrício Agnes Machado in , ,    No comments
/*

Segundo estimativa do E-bit, faturamento do setor no período entre 26/4 e 11/5 terá aumento de 15% em relação a 2012. Aumento esperado para 2013 é de 25%.

 Cerca de três milhões de pedidos de compra online deverão ser realizados durante o período que antecede o Dia das Mães - de 26 de abril a 11 de maio, de acordo com um levantamento divulgado nessa quarta-feira (24) pela empresa de análise de comércio eletrônico E-bit.

Segundo a empresa, o faturamento do setor na data deve registrar 1,05 bilhão de reais, o que representa um crescimento nominal de 15% em relação ao mesmo período em 2012, quando os ganhos atingiram 918 milhões. Ainda assim, as previsões estão abaixo do aumento de 25% esperado para o ano.

"Uma das explicações é a aceleração da inflação sentida pelos consumidores, que reflete no período com uma redução na renda disponível para novas dívidas. Além disso, para aumentar a margem de lucro, muitas lojas estão reduzindo seus prazos de pagamento sem juros e diminuindo a oferta de frete grátis, o que também influencia na decisão de compra. Com tudo isso, o consumidor está menos confiante em relação à economia de uma forma geral, o que acaba impactando também no comércio eletrônico", afirma o diretor geral da E-bit, Pedro Guasti.

A empresa prevê, ainda, que as categorias de presentes mais comprados para o Dia das Mães incluirão: "Moda e Acessórios", "Perfumaria e Cosméticos" e "Telefonia/Celular", respectivamente.


FONTE: idgnow.uol.com.br
*/

sexta-feira, 26 de abril de 2013

On 2:27 PM by Fabrício Agnes Machado in , ,    No comments
/*

Nova solução foi projetada pra empresas e organizações governamentais e visa evitar a execução de malware a partir do boot

A empresa de segurança russa Kaspersky Lab lançou nessa quarta-feira (24) uma solução anti-malware que visa proteger o computador antes de inicializar o sistema operacional.

O Kaspersky Anti-Virus para Unified Extensible Firmware Interface (KUEFI) foi projetado para verificar determinados arquivos de sistema e endereços de memória antes que o OS seja carregado, por meio de um chip ROM. A ideia é que malwares escondidos na plataforma - que não são detectados por softwares antivírus comuns ou mesmo que não permitem que as soluções de segurança sejam carregadas por completo na máquina - possam ser identificados.

Conforme a configuração do software, uma vez que a ameaça é detectada, o KUEFI permite o bloqueio por completo do processo de boot até que um especialista qualificado possa avaliar o equipamento.

"Anteriormente nossos inimigos estavam sempre um passo à frente. Eles eram os primeiros a encontrar brechas, pontos fracos ou vulnerabilidades 0-day, enquanto tínhamos que encontrar uma solução para esses ataques. Mas agora, eles não serão mais capazes de esconder suas atividades maliciosas, uma vez que o KUEFI rodará no nível mais baixo possível para garantir que o sistema do usuário esteja limpo e seguro", explica o CTO da Kaspersky Lab, Nikolay Grebennikov.

A solução foi desenvolvida para uso de organizações com exigências de TI mais rigorosas, como agências de Estado, organizações militares, usinas, indústrias, e quaisquer outras onde a perda ou corrupção de dados e vazamento de informações por conta de um ataque malware representa grande ameaça.

A Kaspersky vende as licenças para as fabricantes de PCs que pré-instalam o antivírus na máquina na fase de montagem. O custo varia de acordo com o número de máquinas solicitadas pela empresa, que terão a proteção implementada; e também com a localização do cliente e outros fatores.

A empresa afirma que há planos futuros para ampliar a distribuição da solução para consumidores finais, mas ainda sem data específica.


FONTE: idgnow.uol.com.br
*/
On 2:16 PM by Fabrício Agnes Machado in , , ,    No comments
/*

Segundo a Microsoft, Brasil e EUA serão os primeiros países a receberem publicidade, que já é utilizada em serviços rivais como o Gmail.

Ia acontecer mais cedo ou mais tarde: o visual clean e minimalista do Outlook.com em breve começará a exibir anúncios na sua caixa de entrada e e-mails.

A Microsoft anunciou, por meio do seu blog, que os usuários do Brasil e dos EUA serão os primeiros a verem o novo formato de publicidade, chamado de versaTiles. Austrália, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Holanda, Espanha e Reino Unido vão seguir a novidade em breve.

O que são os versaTiles?
Os versaTiles são basicamente “telas” de anúncios baseadas em tiras com tamanho flexível que aparecem no canto direito da tela, próximas à visualização da sua caixa de entrada principal. Elas também aparecem quando você está lendo ou escrevendo uma mensagem.

À primeira vista, os anúncios são parecidos com a publicidade em texto que os usuáriso do Gmail veem em suas caixas de entrada, mas ao passar o cursor sobre os anúncios do Outlook, eles revelam imagens, vídeos, ou mais informações. Os versaTiles são direcionados a varejistas online, que podem escolher a partir de três templates para anúncios com slideshows, vídeos, imagens, ou no estilo catálogo.

“Eles são feitos com a mesma filosofia de design moderno para assegurar aos usuários do Outlook.com que terão uma ótima experiência e verão anúncios em locais que podem enriquecer a experiência de e-mail, não intimidá-la”, escreveu o Gerente Geral de Publicidade da Microsoft em um post sobre o assunto.

Serão entre quatro e cinco “tiles” (espécies de tijolos) de anúncios no canto direito do Outlook.com e os anunciantes podem comprar um lote inteiro e customizar cada um dos espaços para mostrar conteúdos ou mensagens diferentes. 


Anúncios são inevitáveis?
Como o Outlook.com é um serviço gratuito, usado por 60 milhões de pessoas no último registro, os anúncios na interface estavam marcados para chegar à sua caixa de entrada mais cedo ou mais tarde.

Talvez a parte mais interessante da estratégia da Microsoft com o Outlook.com é que você não verá o tipo padrão de banners enchendo o site. Em vez disso, você verá campanhas mais cuidadosamente preparadas.

No entanto, como a Microsoft não verifica seu e-mail para enviar anúncios baseados nas mensagens – como o Google faz com o Gmail – as chances são de que os anúncios do Outlook.com não sejam tão bem direcionados quanto os do Gmail.

Isso pode significar que, mesmo que sejam mais agradáveis de olhar, os anúncios do Outlook.com não serão tão relevantes quanto os exibidos pelo serviço de e-mail do Google.


FONTE: idgnow.uol.com.br
*/
On 11:36 AM by Fabrício Agnes Machado in , , ,    No comments
/*


A Microsoft já marcou a data para apresentar ao mundo o sucessor do Xbox 360: 21 de Maio, em um evento em seu campus em Redmond, Washington, que será transmitido ao vivo na rede Xbox Live, no site Xbox.com e, nos EUA, na rede Spike TV.

Segundo um post de Larry "Major Nelson" Hryb, diretor de programação da rede Xbox Live em seu blog, nesta data a empresa mostrará "sua visão para o Xbox" e um pouquinho do futuro. 20 dias depois, durante a E3, a empresa fará um outro evento para mostrar os jogos que estarão disponíveis no lançamento do console.

Há muita especulação sobre o próximo Xbox. O consenso entre vários rumores é de que ele será baseado numa plataforma muito similar à do PlayStation 4, com processador AMD de 8 núcleos, uma GPU da próxima geração da família Radeon e 8 GB de RAM. Também especula-se que o console precisará estar constantemente conectado à internet para funcionar, e que a Microsoft estaria considerando um sistema para impedir o uso de jogos usados.

FONTE: idgnow.uol.com.br
*/

quinta-feira, 25 de abril de 2013

On 11:58 AM by Fabrício Agnes Machado in , , , ,    No comments
 /*

Dois laptops da Apple, os famosos MacBooks, entraram na lista dos 10 notebooks com Windows com o melhor desempenho no mercado, de acordo pela empresa Soluto. Não precisa ser muito familiarizado com o mundo da tecnologia para estranhar esta afirmação. A razão é simples: MacBooks utilizam o sistema operacional proprietário da maçã, o Mac OS X.

Entretanto, a Soluto decidiu ir adiante com o teste e instalou o Windows nos laptops da Apple, que obtiveram ótimos resultados. O MacBook Pro de 13 polegadas foi apontado como o melhor de todos, enquanto o MacBook Pro de 15 polegadas com tela Retina ficou na sexta posição.

Segundo a empresa, muito deste resultado se deve ao fato de que o Windows instalado nestas máquinas não tenham os softwares desnecessários que outras fabricantes empurram junto com seus produtos. A própria Soluto afirma que o mais justo seria instalar o sistema zerado em todas as máquinas mas a empresa diz "preferir testar os produtos como eles estão disponíveis no mercado".

Os critérios levados em conta para os testes são os mais frustrantes possíveis. Durante os testes, eles anotaram quantas vezes os programas apresentavam erros fatais, travavam, quantas vezes a "tela azul da morte" foi exibida, o tempo de boot e a média de aplicações executadas no plano de fundo.

FONTE: olhardigital.uol.com.br

*/
On 11:03 AM by Fabrício Agnes Machado in , , ,    No comments
/*

Quase duas semanas após detectar uma falha que inutilizava PCs de brasileiros com Windows 7, a Microsoft liberou uma nova versão do pacote de segurança MS13-036, que desde o dia 10 vinha causando problemas a quem o instalasse.

Isso acontecia em razão da atualização KB2823324, contida no pacote. Agora a empresa colocou para rodar a KB2840149 que, segundo Dustin Childs (gerente de comunicações da Microsoft), mira os mesmos riscos da anterior - mas não tem falhas.

A companhia não explicou o que aconteceu, mas especula-se que a falha tenha sido causada por um problema de incompatibilidade com o plug-in G-Buster, software utilizado para transações de internet banking no Brasil.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

quarta-feira, 24 de abril de 2013

On 11:45 AM by Fabrício Agnes Machado in , , ,    No comments
/*

Colocados à venda nesta terça-feira exclusivamente para desenvolvedores, os primeiros smartphones com o sistema Firefox OS, da Mozilla, já foram todos vendidos, informa a revista Wired.

As fabricantes Geedkstone e Telefônica disponibilizaram apenas dois modelos nesta primeira leva, batizados de Keon e Peak, que puderam ser adquiridos em escala global.

O primeiro oferece tela sensível ao toque de 3,5 polegadas e resolução de 480 x 320 pixels, processador de um núcleo Qualcomm Snapdragon S1 de 1GHz, 512MB de RAM e 4GB de armazenamento interno.

O segundo apresenta como diferenciais uma tela maior, de 4,3 polegadas, e processador Qualcomm dual-core de 1.2Ghz, mas mantém as mesmas capacidades de memória RAM e armazenamento. A Mozilla fixou como preços sugeridos US$ 91 para o Keon e US$ 149 para o Peak.

Os smartphones com Firefox OS chegarão às mãos do consumidor final apenas em junho e o Brasil está na lista dos que receberão primeiramente o aparelho, ao lado de Venezuela, Polônia, Portugal e Espanha.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/
On 11:41 AM by Fabrício Agnes Machado in , , ,    No comments
/*

O Google apertou o cerco contra empresas que disponibilizam barras de ferramentas alternativas junto com downloads de softwares, de acordo com post no blog da companhia.

Nos últimos 90 dias, a gigante de buscas contabilizou mais de 100 mil reclamações sobre barras que mudaram as configurações do navegador ou dificuldades de desinstalação das ferramentas que aparecem de surpresa no browser.

A questão gira em torno da publicidade exibida nestas barras de ferramentas, que é a forma como elas geram receita. Os anúncios são exibidos por meio das ferramentas do Google, que quer evitar experiências negativas do usuário.

A partir de agora, a instalação automática deverá ser pré-aprovado pelo Google, oferecer a desinstalação da ferramenta em um clique, exibir com transparência informações sobre o que será baixado e instalar-se apenas em um navegador por download.

Um dos alvos da gigante de buscas é a AVG. A empresa de antivírus oferece junto da versão gratuita do software uma barra de buscas segura, que exibe publicidade e atrapalha os internautas. Outra empresa que será afetada é a Babylon, responsável pelo software de tradução.

O CEO da AVG informou ao Paid Content, no entanto, que assinou um novo contrato de dois anos com o Google e cumpriu todas as novas condições da empresa. De acordo com ele, a barra já pode ser desinstalada em um clique.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

terça-feira, 23 de abril de 2013

On 10:47 AM by Fabrício Agnes Machado in , ,    No comments
/*


O grupo hacker Anonymous convocou websites para realizarem um "apagão" na Internet nessa segunda-feira (22), em protesto contra a legislação americana que pode permitir a empresas online e agências do governo compartilharem mais facilmente informações pessoais.

No entanto, o movimento contra o Cyber Intelligence Sharing and Protection Act (popularmente chamado de CISPA), parece ter baixa adesão. Contas relacionadas ao grupo convocaram para a ação no Twitter usando a hashtag #CISPABlackout, e alguns poucos sites bloquearam seu acesso - incluindo a popular categoria "Funny" no Reddit.

O CISPA tem como objetivo promover uma melhor troca de informações durante ciberataques ativos. O projeto de lei permite que as agências de inteligência dos Estados Unidos compartilhem dados sigilosos sobre ameaças cibernéticas com empresas privadas - algo que atualmente é proibido. Ele também protege as empresas que voluntariamente compartilham informações sobre ameaças cibernéticas com outras empresas ou com o governo de ações judiciais de privacidade feitas por usuários.

Os críticos dizem que a lei permitiria às empresas privadas compartilhar uma ampla gama de dados de clientes com outras companhias e com o governo. Os defensores da privacidade também apontaram que não é necessário que tais empresas entreguem dados desnecessários do cliente.

O projeto de lei foi aprovado na semana passada nos EUA pela Câmara dos Deputados, embora ainda deva ser aprovado pelo Senado, e os assessores do presidente Barack Obama prometeram um veto. "É o equivalente online de permitir que um policial entre em sua casa e começe a vasculhar seus arquivos pessoais sem a permissão de um tribunal", diz a mensagem do Anonymous.

O CISPA tem sido associado ao Stop Piracy Act Online (SOPA), um projeto de lei apresentado para combater a violação de direitos autorais em janeiro de 2012.

Sites importantes, incluindo o Reddit e a versão em Inglês do Wikipedia pararam de funcionar em protestar ao SOPA, como muitos outros, expressando a sua oposição. O projeto acabou por ser abandonado.

FONTE: idgnow.uol.com.br
*/
On 10:41 AM by Fabrício Agnes Machado in , ,    No comments
/*

A Microsoft pode recolocar o botão Iniciar do seu sistema operacional, abandadono com a chegada do Windows 8. A versão 8.1 do software, segundo o site The Verge, deve trazer o botão de volta apenas para dar ao usuário acesso à tela inicial. A Microsoft não deve incluir o menu Iniciar na atualização.

O botão Iniciar estreou no Windows 95, e muitos usuários sentiram falta da funcionalidade na nova versão. Tanto que empresas forneceram aplicativos para trazer o botão de volta. Outra novidade pode ser a possibilidade de iniciar o sistema operacional diretamente da área de trabalho tradicional do sistema, sem precisar passar pela nova interface de blocos coloridos trazida pelo Windows 8.

Lançado em outubro do ano passado, o Windows 8 trouxe diversas alterações em sua interface. Inicialmente chamada de Metro - nomenclatura abandonada pela Microsoft -, ela é representada pelo blocos coloridos na tela inicial do sistema. Esses blocos representam aplicativos, widgets e contatos e são totalmente dinâmicos, mostrando atualizações de programas e de status de amigos nas redes sociais, por exemplo. Essa interface foi totalmente otimizada para ser usada em dispositivos com telas de toque, fazendo com que o Windows 8 rode tanto em tablets quanto em notebooks e desktops.

Relembre as versões do Windows:Além disso, a tela inicial substitui o menu Iniciar no Windows 8. Na tela com os blocos coloridos o usuário pode fixar aplicativos, contatos e sites para facilitar o acesso aos itens que usa com maior frequência. Todos os aplicativos, tanto os instalados da Windows Store quanto os da área de trabalho, ficam disponíveis na tela inicial.


FONTE: tecnologia.terra.com.br
*/

segunda-feira, 22 de abril de 2013

On 10:56 AM by Fabrício Agnes Machado in ,    No comments
/*

Acabou a desculpa de não ter dinheiro para enviar torpedos a seus contatos. Isso porque as principais operadoras que atuam no mercado brasileiro já disponibilizam um serviço que permite enviar SMS a cobrar -- assim como acontece nos telefonemas, paga quem recebe. Os valores praticados pelas operadoras variam de R$ 0,30 a R$ 0,45.

A iniciativa começou em 2009 e aos poucos as operadoras foram aderindo aos serviços da companhia Takenet, que vende a tecnologia do "SMS a cobrar" para as empresas de telefonia móvel. Falta apenas um acordo entre Claro e Tim para que todos os usuários, de todas as operadoras, possam trocar SMS a cobrar. A Claro afirma que está realizado testes e, em breve, permitirá o envio a cobrar para clientes da Tim.

Como enviar um SMS a cobrar?
O processo é semelhante ao de fazer uma ligação a cobrar. Na aplicação de mensagens, o usuário deve digitar: 9090 + DDD + número do contato e transmitir o torpedo para o destinatário.

O destinatário receberá uma mensagem informando que determinado número enviou um SMS a ele. Para aceitar, deve responder uma mensagem pedindo para visualizar o SMS ou simplesmente ignorá-lo.

Algumas operadoras permitem ainda que o destinatário responda com a mensagem "Sempre". Dessa forma, todos torpedos a cobrar de determinado contato serão debitados automaticamente dos créditos, sem a necessidade de confirmação.

Como funciona a cobrança do SMS a cobrar?
Se o usuário João (cliente da Tim) envia uma mensagem a cobrar para Maria (cliente da Oi), o valor da tarifa é estabelecido pela operadora de quem recebe o torpedo – no caso da Oi, R$ 0,45. Se a situação fosse a contrária, João pagaria 0,39 para receber o mesmo texto. Essa lógica vale para mensagens trocadas entre usuários de mesma operadora: se João receber um SMS de outro cliente da Tim, pagará os R$ 0,39 cobrados por essa empresa.

Quais os preços para receber SMS a cobrar?
Vivo – R$ 0,45

Tim – R$ 0,39

Oi – R$ 0,45

Claro – R$ 0,30

Se eu receber uma mensagem a cobrar, o valor é descontado do meu pacote de torpedos?
Não, as mensagens a cobrar não usam o "crédito" de pacotes de torpedos (nem no caso dos ilimitados). Portanto, se alguém aceitar um SMS a cobrar pagará esse valor "extra" (R$ 0,45, por exemplo).

Quanto tempo o SMS a cobrar fica disponível para recebimento?
Quem recebe um torpedo a cobrar tem até 24 horas após a notificação para autorizar o crédito do valor estabelecido pela operadora. Caso essa pessoa não aceite, o remetente (quem enviou o SMS a cobrar) recebe uma notificação informando que a mensagem não foi lida.


FONTE: http://tecnologia.uol.com.br
*/

domingo, 21 de abril de 2013

On 11:16 PM by Fabrício Agnes Machado in , ,    No comments

/*

A Sony parece ter aprendido com as falhas do Playstation 3. Após ser duramente criticada pelo lançamento do PS3, anunciado a US$ 600, uma quantia acima do padrão, a empresa parece estar disposta a não repetir o erro com o PS4.

A companhia ainda não divulga o preço oficial, mas em entrevista à Edge, Michael Denny, vice-presidente da Sony Worldwide Studios, afirma que a companhia aprendeu as lições com os lançamentos do passado.

"Nós aprendemos com todos os lançamentos e precisamos saber de todas as forças que o Playstation 3 teve, mas também dos desafios", afirma Denny. Segundo ele, a empresa tenta alcançar o máximo de público com um preço que ela considera justo.

"Queremos um sistema que alcance o máximo de jogadores, ao mesmo tempo que seja um sistema profundo, conectado, rico e imersivo", diz Denny. Para ele, ainda há muito tempo até o lançamento do console para que esta informação seja revelada. 

"Estamos na fase inicial de anúncios, que envolve explicar a visão do console para todos. Parte desta visão é que nós criamos o PS4 absolutamente focados nos gamers, e nós queremos que 'gamers' seja encarado no sentido mais amplo possível".

*/

quarta-feira, 10 de abril de 2013

On 10:26 AM by Fabrício Agnes Machado in ,    No comments
/*

O governo aprovou nesta terça-feira, 9, o decreto de desoneração de PIS/Cofins para smartphones fabricados no Brasil e informou que a medida poderia reduzir até 30% no preço final dos aparelhos. No entanto, a Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) estima que a redução ficará na faixa dos 7%.

Em entrevista ao UOL Tecnologia, o presidente da associação afirmou que o valor de redução apresentado pelo governo é irreal, já que os impostos desonerados somam apenas 9,25%. “Estamos considerando uma redução de 7%, que é um número razoável. Qualquer valor acima disso eu acho um pouco absurdo”, comentou.

A assessoria de imprensa do Ministério de Comunicações confirma a possibilidade de redução de até 30% nos preços. Essa porcentagem é citada para comparar uma possível diferença de valores cobrados entre os aparelhos produzidos no Brasil e modelos importados, que pagam IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

A Abinee ainda estima que os smartphones responderão por 44% das vendas de telefones móveis no Brasil em 2013 e aparelhos mais simples 56%.  Caso os números estejam corretos, serão vendidos 29 milhões de celulares inteligentes, contra 16 milhões do ano passado. Segundo o Ministério das Comunicações, cerca de 65 milhões de pessoas usam smartphones no Brasil.

As principais fabricantes com operação no país foram procurados pela reportagem, mas não disseram quais de seus aparelhos poderão se encaixar no benefício. O Olhar Digital apurou anteriormente que apenas um smartphone 4G se encaixa no corte de impostos. (saiba mais aqui)

O decreto entra em vigor na data da publicação, mas ainda não há informações de quando esse desconto chegará efetivamente aos consumidores. À Folha de S.Paulo o ministro Paulo Bernardo deu como prazo o Dia das Mães.

Decreto

O incentivo ao setor faz parte do Programa de Inclusão Digital. No entanto, para garantir o benefício, o valor de venda dos aparelhos não poderá exceder R$ 1,5 mil. A desoneração também inclui roteadores digitais com preços de até R$ 150.

O decreto ainda prevê as características técnicas que o celular deverá ter para ser considerado um smartphone. Segundo o ministério, o celular precisa de conectividade Wi-Fi, navegador, email, tela igual ou superior a 18 centímetros quadrados, aplicativos desenvolvidos no país e kit de desenvolvimento do sistema operacional.

O governo acrescentou que poderá no ato estabelecer valores inferiores ao previsto, "a depender dos requisitos técnicos estabelecidos".


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/

segunda-feira, 1 de abril de 2013

On 10:13 AM by Fabrício Agnes Machado in ,    No comments
/*


A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) vai passar a bloquear chamadas feitas por telefones piratas. A medida entrará em vigor no início de 2014 e as operadoras terão de implementar o sistema tecnológico de bloqueio.

Conforme divulgado, os celulares piratas costumam chegar ao Brasil por meio de contrabando e geralmente são vendidos em camelôs e sites. O comércio paralelo levanta polêmica e há anos incomoda os fabricantes legalmente instalados por aqui. A Strategy Analytics estima que os "piratas" correspondem a quase 13% do total de celulares do país.

Como vai funcionar?

De acordo com a Folha de S. Paulo, a partir de 2014 todos os aparelhos, incluindo os tablets, terão um cadastro nacional de IMEIs (número de registro) que será cruzado com o IMSI (código dos chips habilitado pela operadora).

Desta forma, toda vez que um cliente fizer uma chamada, a operadora saberá se o aparelho é ou não legítimo. Isso será possível porque também existe um catálogo mundial com todos os IMEIs válidos produzidos pelos diversos fabricantes.

O novo sistema das operadoras cruzará a lista de registros nacionais e estrangeiros para saber qual é autêntico. Caso seja pirata, o sistema decidirá, automaticamente, pelo bloqueio dos sinais.


FONTE: olhardigital.uol.com.br
*/